Enquanto Houver Voz I Experimental

7min   |   Belo Horizonte - MG |   Cine Beco

Quando o corpo sente, ressente, mas não mais se silencia. Quando a voz de uma se torna a minha e a sua também. Quando medo, culpa e vergonha encontram sentimentos de posse e violência. Quando gestos e palavras reforçam o falocentrismo e as diferenças sexuais marcam o destino de quem pode, ou não, sentir-se sujeito de sua própria história… Essas são algumas das muitas reflexões que “Enquanto houver voz…”, vídeo que retrata situações de violência contra a mulher, propõe discutir. A obra foi criada a partir de depoimentos que as integrantes do Cine Beco recolheram, e retrata diferentes formas de abuso contra a mulher.